sexta-feira, 12 de junho de 2015

O uso do PARACETAMOL é o que mata e não a DENGUE! Afirma professor de Pediatria da FAMERP


Segundo o Prof. Dr. RENAN MARINO, professor de Pediatria na FAMERP (FACULDADE DE MEDICINA DE S. J. RIO PRETO-SP), a dengue é uma doença virótica, parente da hepatite C, e,sempre foi benigna, isto é, nunca matou. E NÃO MATA!

Isso até 1957, quando surgiu no mercado a droga chamada PARACETAMOL. Imediatamente indicada como tratamento para dengue, pelo Ministério da Saúde Brasileiro, embora não exista nenhum trabalho NO MUNDO TODO, que comprove eficácia deste veneno no tratamento da dengue. A partir de 1957, a dengue começou a matar.


O PARACETAMOL é uma droga que destrói o fígado do paciente.

O virus da hepatite C, já detona o fígado e com o veneno do PARACETAMOL esse fígado é destruído, o que leva o paciente à morte, a dengue hemorrágica, nada mais é que a reação do organismo quando o fígado, destruído pelo PARACETAMOL provoca a morte do doente.

Segundo ainda o Professor Doutor, se o paciente NÃO TOMAR PARACETAMOL, ele terá todos os sintomas da dengue: mal estar, febre, dores nas juntas, vômitos, coceiras e dor nos fundos dos olhos, mas, após uma ou no máximo duas semanas, estará VIVO e bem.

MAS, SE TOMAR PARACETAMOL corre o risco de morrer. Nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, esse veneno é proibido. Na Grã-Bretanha, é usado como forma de suicídio. Tomando 10 comprimidos do veneno chamado PARACETAMOL, em cinco dias, seu fígado é destruído e se não fizer transplante, morre. Segundo o médico Prof. Dr. RENAN MARINO, pode-se tomar dipirona e seus derivados, pois não são metabolizados no fígado. Por isso, se você ama alguém, informe-o disso.

FONTES:


Nenhum comentário: