quarta-feira, 5 de abril de 2017

CANADÁ APROVA 'LEI ANTI-BLASFÊMIA' PARA SILENCIAR CRÍTICOS DO ISLAMISMO

Apesar de pesquisas de opinião pública que mostram que 71% dos canadenses não teriam votado na lei, o Parlamento do Canadá, com o apoio forte do governo esquerdista de Justin Trudeau, aprovou medida nesta semana de 201 a 91 votos que os críticos estão dizendo que seleciona o islamismo para receber proteção especial. Apresentado pelo parlamentar muçulmano esquerdista Iqra Khalid, a medida M-103 exorta o governo federal a “condenar a islamofobia” e a “desenvolver uma abordagem do governo inteiro para reduzir ou eliminar racismo sistemático e discriminação religiosa, inclusive a islamofobia.” O termo “islamofobia” não é em parte alguma definido na medida.



Uma petição no CitizenGo que pede que os parlamentares parem a medida “‘anti-blasfêmia’ restritiva” foi assinada por 79.500 pessoas.

“Essa medida incentivará leis que vão criminalizar opiniões vistas como ‘islamofóbicas’ e colocará as bases para impor o que é essencialmente uma lei anti-blasfêmia, baseada na lei islâmica, em todo o Canadá,” declara a petição.

“Se isso acontecer, toda crítica ao islamismo será considerada crime de ódio no Canadá,” declara a petição, acrescentando que esse “tipo de censura discriminatória com base em conteúdo e opinião é inaceitável numa democracia liberal ocidental.”




Via:
e

-----

Se inscreva em nosso canal no YouTube
e curta a nossa página no Facebook




Nenhum comentário: